Perguntas frequentes

Posso tomar o Acetium após a data de validade?

Tal como nos medicamentos e produtos equivalentes, a data de validade de cada lote de fabrico tem de estar indicada claramente. No caso das pastilhas Acetium é igual. A relevância da data de validade varia consoante o produto. Por exemplo, a data pode significar que o ingrediente ativo já não tem efeito ou que o ingrediente se degrada com o tempo e é convertido em produtos de degradação que já não terão o efeito pretendido ou poderão mesmo constituir um risco para o organismo.

No caso das pastilhas Acetium, sabemos que a sua degradação não forma substâncias perigosas. Como resultado, não existe qualquer risco de segurança em consumir o produto após a data de validade. No entanto, como não foram realizados quaisquer testes práticos em produtos com a validade expirada, não podemos garantir a sua eficácia e, por isso, não podemos recomendar o consumo das pastilhas após a data de validade.

Como funciona o Acetium?

Quando uma pessoa fuma cigarros, é absorvida uma quantidade significativa de acetaldeído pela saliva através do fumo do tabaco. A L-cisteína de libertação lenta contida na pastilha é muito eficaz na ligação do acetaldeído na saliva. Quando isto acontece, o sabor dos cigarros altera-se e o prazer que se obtém diminui. Ambos estes efeitos ajudam um fumador a deixar de fumar.

Durante quanto tempo devo usar o Acetium? Há algum limite do período de utilização?

As pastilhas Acetium destinam-se a ser tomadas sempre que fumar um cigarro. Ou seja, a pastilha deve ser mantida na boca até ao fim do cigarro. Se o cigarro demorar mais tempo, deve tomar outra pastilha se necessário. Quando tiver deixado de fumar com êxito, as pastilhas já não serão necessárias, pois o seu efeito só está presente quando são tomadas enquanto fuma. Em média, os fumadores que participaram no ensaio conseguiram deixar de fumar no prazo de 3 a 4 meses, embora alguns tenham precisado de 6 meses. Por este motivo, recomendamos que as pastilhas sejam usadas por um período de pelo menos 6 meses para atingir o efeito desejado.

Quanto tempo vou demorar a deixar de fumar com a ajuda do Acetium?

Em dois ensaios separados, o tempo médio para deixar de fumar com as pastilhas Acetium foi ligeiramente superior a 100 dias. Para alguns fumadores, o efeito foi alcançado mais cedo (em algumas semanas), enquanto outros precisaram de 6 meses de utilização. Isto reflete as diferenças na forma como os indivíduos reagem aos efeitos das pastilhas Acetium e, como tal, não pode ser determinado um prazo único para alcançar o efeito.

Quantas pastilhas Acetium posso tomar diariamente?

Apesar de não haver um limite máximo para a ingestão diária de pastilhas Acetium em termos do ingrediente ativo, foi determinado um limite máximo de 40 pastilhas. O equivalente a fumar dois maços de cigarros. O limite máximo diário foi definido principalmente devido aos efeitos laxantes que muitos indivíduos começam a sentir quando esta dose é excedida (aumento da frequência da defecação, diarreia). Estes efeitos secundários são causados e são típicos do xilitol contido na pastilha. O ingrediente ativo na pastilha (L-cisteína de libertação lenta) tem uma concentração tão baixa que não tem qualquer relevância para determinar o limite máximo diário.

O Acetium pode ser utilizado por pessoas com menos de 18 anos?

Não há nenhuma restrição prática em relação a essa questão. Contudo, como os nossos ensaios foram realizados com adultos, não estudámos os efeitos e a eficácia clínica do produto em jovens.

As pastilhas Acetium são diferentes da cápsula?

Sim. O efeito da pastilha ocorre na boca e a cápsula atua no estômago. Assim, a utilização da cápsula não tem qualquer efeito na cessação tabágica. Para esta finalidade, tem de usar especificamente as pastilhas.

As pastilhas Acetium têm efeitos secundários?

A concentração do ingrediente ativo nas pastilhas é baixa o suficiente para ser, por si só, isenta de efeitos secundários. No entanto, como as pastilhas contêm uma pequena quantidade de xilitol, uma toma excessiva diária (mais de 40 pastilhas) pode resultar em efeitos laxantes em algumas pessoas. Não foram reportados quaisquer outros efeitos secundários.

Qual é o ingrediente ativo do Acetium?

Tal como na cápsula, o ingrediente ativo na pastilha é a L-cisteína de libertação lenta. Ao contrário da cápsula, a quantidade de L-cisteína na pastilha é muito inferior, pois o efeito ocorre na boca e os estudos comprovam que o acetaldeído, absorvido na saliva através do fumo do tabaco, pode ser removido quase na totalidade com uma dosagem muito baixa de L-cisteína.

Em que medida o produto foi testado?

O produto foi sujeito a testes exaustivos. A sua eficácia na eliminação do acetaldeído da saliva foi demonstrada em vários ensaios clínicos. A dose adequada do ingrediente ativo também foi testada nestes ensaios. A eficácia da pastilha como um auxílio para deixar de fumar baseia-se em dois ensaios clínicos independentes que produziram resultados quase consistentes. Do mesmo modo, os resultados do mecanismo através do qual o produto é eficaz foram consistentes. Ambos os ensaios revelaram que a pastilha altera o sabor dos cigarros e diminui o prazer obtido ao fumar.

As pastilhas Acetium contêm alergénios?

Tal como todos os produtos em forma de comprimido, as pastilhas Acetium contêm alguns excipientes necessários para dispersar o ingrediente ativo, como uma pastilha de libertação lenta. Estes excipientes são utilizados comummente em muitos medicamentos semelhantes e produtos equivalentes. Uma reação alérgica a essas substâncias é rara, mas não é impossível. Se souber que tem alguma alergia às substâncias utilizadas como excipientes nas pastilhas, deverá evitar a utilização do produto.

O Acetium ajuda com o tabaco se utilizado com bebidas alcoólicas?

As pastilhas são eficazes independentemente de a fonte de acetaldeído ser o cigarro ou o álcool. O tópico em si ainda não foi estudado, mas não há nenhuma razão aparente para que não seja eficaz também neste caso. É lógico presumir que a dosagem e/ou a frequência de utilização das pastilhas devam ser aumentadas ao consumir bebidas alcoólicas e cigarros simultaneamente. Nesses casos, seria útil tomar também as pastilhas entre cigarros, para alcançar um efeito mais equilibrado na concentração geral do acetaldeído na saliva, em comparação com uma toma apenas quando fuma um cigarro.